Neymar será julgado por contrato com Barcelona e pode pegar prisão

0

Neymar e Barcelona vão se reencontrar no dia 17 de outubro, mas não dentro de campo. Jogador e clube estarão representados na Audiência de Barcelona no julgamento que analisará uma suposta corrupção no contrato firmado entre as partes, disse o jornal espanhol El País nesta quarta-feira. O atacante brasileiro, seus pais, dois ex-presidentes do Barcelona (Sandro Rosell e Josep Maria Bartomeu), e um ex-técnico do Santos vão responder às acusações sobre irregularidades no contrato.

A promotoria do caso pede dois anos de prisão para Neymar e uma multa de 10 milhões de euros (aproximadamente R$ 54 milhões). A denúncia do caso foi feita pela empresa DIS há sete anos, que se sentiu prejudicada na transferência do craque brasileiro ao Barcelona e acusa jogador e clube de se aliarem para ocultar o verdadeiro valor da transação. (Fonte: Terra).

Deixar um comentário