Capela: Nerias, resgata valores aos jovens através da educação e do esporte

0

02O Interior da Bahia ouviu o ex-professor Nerias, da cidade de Capela do Alto Alegre, conhecido por sua atuação no esporte local, e ele nos contou sobre a sua trajetória na educação.

“Tive uma oportunidade de trabalhar em Capelinha, fui professor da rede municipal e da rede estadual, onde me aposentei em 2017, foi uma caminhada boa, com muitas dificuldades, mas, sem dificuldades, não há como fazer as coisas”

Nerias começou sua carreira em 1984 e encerrou em setembro de 2017, aos 55 anos.

A carreira como professor e jogador

03Em Capelinha, tive bons tempos. Fui goleiro, chamado para a seleção de Riachão do Jacuípe para o intermunicipal. Fui chamado como terceiro goleiro e na sequência fui titular, isso na década de 1980.”

“A minha maior saudade da escola são as brincadeiras, jogos, os campeonatos escolares, e as amizades que mantenho até hoje.

No tocante a competições, em 2008 representamos nosso colégio nos jogos escolares em Feira de Santana, e daí em diante até 2018 participei de todos os jogos , hoje tenho muita saudade das minhas turmas”

O esporte e o bom comportamento

“Lembro-me de, no colégio Zenilda Fernandes, ter barrado um aluno de disputar um torneio em Riachão, pois apesar deste estudante ser na época considerado o melhor jogador da equipe, era indisciplinado, e os jogos escolares são para unir, esse é o intuito principal”

04“Na época da minha escolinha era por convênio próprio, independente do poder público e esse era um dos fatores que fazia dar certo, o outro era a disciplina, quem tivesse um ato de indisciplina, até mesmo dissesse palavrão, eu retirava de campo, já fiz muito isso, podia ser o craque do time.

Confesso que, hoje, não costumo frequentar os campos de futebol. Pelo mal comportamento, palavrões, e indisciplina em campo”

Com a sua experiência de 33 anos como educador, o professor Nerias fala de como resgatar os valores em sala de aula, para os jovens alunos e os pequenos atletas:

“O caminho para resgatar essa disciplina, é começar a educar a criança desde bem cedo, temos um bom exemplo em Capela que é a escolinha de futsal de Alan Jeizon, que treina garotos de até 6 anos, eu acredito que se a minha escolinha tivesse continuado hoje teríamos jogador profissional de Capela.

É importante também que haja um resgate na parte cultural, ensinar as crianças as brincadeiras de antigamente, saindo mais do celular, pois hoje vemos crianças de colo com celular na mão. Quando professor, eu tinha sempre um caderno de brincadeiras, onde procurava, através disso, passar a cultura para os nossos jovens”

Por Alan Rodrigues / Interior da Bahia

Deixar um comentário