‘Não aguentava mais que minha filha escutasse meu choro’, diz Pamella

0

csm_Pamela_Hollanda_e_DJ_Ivis_-_Foto_Reproducao_Instagram_130e6949b6Pamella Holanda, 27, deu uma entrevista ao Fantástico deste domingo (18) onde falou sobre as agressões que sofreu do ex-marido, o DJ Ivis, 29. Durante o programa, a arquiteta falou sobre os fatores que a encorajaram a denunciar o músico pelas agressões que vinha sendo alvo.

“Eu não aguentava mais que minha filha escutasse meu choro, que me visse… Que eu não quero que ela grave a imagem de mim chorando”, disse Pamela.

“Eu aconselho e encorajo e peço que não tenham medo. A gente não pode se aprisionar a nada que é ruim”, falou a arquiteta, incentivando que as pessoas denunciem situações de violência doméstica como a que passou.

Em outro momento da entrevista, Pamella comentou sobre o que vê para o futuro. “Eu fico pensando como é que vai ser a minha vida quando eu voltar a viver, porque, nesses dias, eu não estou vivendo, eu estou existindo”, disse.

AMEAÇAS DE MORTE

A arquiteta fez um desabafo em suas redes sociais neste sábado (17) onde afirmou que ainda não está bem e vem recebendo até mesmo ameaças de morte desde que denunciou as agressões do ex-marido.

Essa havia sido a primeira vez que Holanda se manifestou desde que o músico foi preso em Fortaleza, na última quarta-feira (18), após ela tornar público vídeos dos crimes dele, há uma semana. DJ Ivis deverá responder a dois inquéritos de agressão.

“Eu quero, de verdade, que entendam que não estou bem, eu tenho sofrido ameaças de morte. Já li, inclusive de outras mulheres, que mereço passar fome. Eu e minha filha. Eu preciso de paz. Eu mereço ter paz”, afirmou a arquiteta em seus stories.

Em seu relato, Holanda afirma que retirou suas coisas e as da filha do casal da casa onde moravam com DJ Ivis, após pedido da construtora, devido à falta de pagamento, e ressaltou que não se envolveu com o músico por interesse.

“Não saí com conta recheada, com bolsa de marca, nem aparelho de celular de última geração. Eu não dei um golpe, quando o conheci ele não tinha nada. Amei de verdade, cuidei, fui fiel, fui mulher, mãe”, continuou ela nas redes sociais.

Holanda ainda salientou que sua mãe nunca recebeu dinheiro para não denunciar as agressões que presenciou de DJ Ivis contra sua filha, e afirmou que vai se afastar das redes sociais para cuidar da saúde mental. “Não posso ser uma rocha”, disse.

Antes do desabafo de Holanda, os advogados de DJ Ivis divulgaram um vídeo em que o músico pede desculpas a ela e a todas a mulheres por seus erros. Segundo a defesa do artista, as imagens foram feitas 20 minutos antes de ele ser preso.

“Agi errado. Hoje, estou me vendo sozinho, tentando ser forte, mas não existe mais força. Estou passando aqui para dizer a cada um de vocês, você que é mãe, você que é filha, você que é pai, a você, Pamella, eu errei, assumo meu erro”, disse.

ENTENDA O CASO

O músico Iverson de Souza Araújo, o DJ Ivis, 29, responde a dois inquéritos por lesão corporal no âmbito da violência doméstica e familiar, segundo a Polícia Civil do Ceará. Ele é investigado por agressão à ex-mulher, que chegou a divulgar vídeos do crime em suas redes sociais.

Ivis foi preso em casa três dias depois da divulgação das imagens, após a Justiça decretar sua prisão preventiva. O músico preferiu ficar em silêncio ao chegar à delegacia, onde permaneceu em uma cela com outros presos acusados de violência doméstica.

Segundo o delegado Tharsio Facó, da Delegacia de Eusébio, Pamella procurou a polícia em 2 de julho, relatando que havia sofrido agressões no dia anterior. “Foi iniciada uma investigação, quando testemunhas começaram a ser ouvidas, mas até aquele momento não havia imagens das agressões.”

“Essas imagens vieram à tona nas redes sociais no domingo (11), e são de dezembro de 2020. Isso ajudou a polícia a fundamentar o pedido de prisão preventiva, já que os relatos são de que os fatos se repetiam”, completou o delegado Tharsio Facó.

Em um dos vídeos divulgados, Holanda aparece com a filha do casal nos braços enquanto é agredida por ele. Segundo a polícia, agressão que ocorreu em outro imóvel da família, em Fortaleza, e, por isso, será investigada pela Delegacia de Defesa da Mulher da capital cearense, em um segundo inquérito.Compartilhe

Em entrevista ao programa Encontro com Fátima Bernardes, da TV Globo, Holanda afirmou que sofreu a primeira agressão do marido grávida. “Não estou bem, mas estou segura, eu e minha filha. E hoje o meu choro é de alívio por ter certeza que Deus está com a gente, que nunca mais vou viver o que vivi e que não preciso mais fingir para ajudar ninguém”, postou logo após a divulgação das imagens.

Já Ivis postou uma sequência de vídeo após a divulgação das imagens afirmando que há coisas que o vídeo das agressões não mostra. “Eu sempre apanhei com a minha filha no braço, alguém tem noção do que é isso?”, questionou ele, que afirmou que era impedido de sair de casa pela ex, que não aceitava o término.

Produtor, cantor, compositor e tecladista, DJ Ivis emplacou hits como “Volta Bebê, Volta Neném”, “Não Pode se Apaixonar” e “Volta Comigo BB”. Ele já foi tecladista e produtor da banda Aviões do Forró, depois da carreira solo de Xand Avião, e após a divulgação das imagens das agressões ele foi demitido da produtora Vybbe, que fica em Fortaleza. Aplicativos de música retiraram as canções dele que poderiam ser baixadas por streaming. (Fonte: Bahia Notícias).

 

 

Equipe de Jornalismo

Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/customer/www/radiojacuipe.com.br/public_html/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 399

Deixar um comentário