Bolsonaro tem recorde de menções negativas na internet nesta semana

0

Levantamento que monitora os comentários sobre o presidente no Twitter aponta que o pico de rejeição foi registrado na terça-feira e termina a semana na casa dos 70%.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, atingiu, nesta semana, o recorde de menções negativas no Twitter desde o início do seu mandato, aponta levantamento realizado pelo banco Modalmais e a consultoria AP Exata. Segundo a pesquisa, o pico foi registrado na terça-feira, 16, com 73% de menções negativas, e finalizou a semana na casa dos 70%.

O levantamento, que leva em consideração as pesquisas de opinião e publicações em redes sociais, o porcentual de brasileiros que avalia a gestão como negativa é de 43,8% (oscilação de 0,5 pontos porcentuais a mais em relação à última semana), enquanto que os que avaliam de forma positiva somam 31,9% (aumento de 0,7 p. p.). Regulares são 24,3% (queda de 1,2 p.p.).

De acordo com o estudo, a divulgação de pesquisas que confirmam a queda de popularidade do presidente influenciou o cenário negativo, em especial sua postura no enfrentamento da pandemia da covid-19.

A crise sanitária mostrou um novo capítulo esta semana, com a indicação do médico Marcelo Queiroga como quarto ministro da Saúde. A inflação sobre alimentos, combustíveis e gás de cozinha e o agravamento dos aluguéis também influenciaram a avaliação do governo.

Internautas classificaram a indicação de Queiroga como “mais do mesmo”, aponta o relatório, após o médico declarar que irá dar continuidade ao trabalho de Eduardo Pazuello. A troca dos ministros criou desconforto nas relações entre Governo e Congresso e o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), passou a ser pressionado para aceitar o pedido de impeachment contra Bolsonaro. Perfis mais irônicos acreditam que as próximas negociações com o Centrão serão “mais caras”.

A narrativa que acusa o Bolsonaro de “genocida” se consolidou após a repercussão negativa das ações da polícia, do Ministério da Justiça e de Carlos Bolsonaro contra o youtuber Felipe Neto.

O lockdown, que vinha sendo muito rejeitado nas redes, agora aparece como opção viável e aceita por uma grande parte dos internautas. Ao invés de criticar os governadores, alguns defendem a adoção de medidas mais restritivas.

Outro ponto destacado pelo levantamento foi a morte cerebral do senador Major Olímpio (PSL), na quinta-feira 18, que colocou de volta à pauta a possibilidade da abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da covid-19, para investigar a atuação do governo na condução da pandemia.

O compromisso do governo com uma agenda liberal e intervencionista ainda foi questionada após a renúncia do presidente do Banco do Brasil, André Brandão.

Analistas afirmam que a saída de Brandão “foi o ápice de um processo de fritura política, pelo fato de o presidente não concordar com o plano de reestruturação do Banco”, apontou o relatório. (Fonte: Agência Estado)

Equipe de Jornalismo

Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/customer/www/radiojacuipe.com.br/public_html/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 399

Deixar um comentário