Filme sobre prisão de Caetano na ditadura vai para o Festival de Veneza

0

CAETANO-VELOSO-NINJA-CASTUm dos grandes eventos de cinema, o Festival de Veneza selecionou o documentário brasileiro Narciso em Férias, sobre o período em que o compositor e cantor Caetano Veloso foi preso pela ditadura militar, em 1968. O festival ocorre entre 2 e 12 de setembro, na Itália.

O documentário sobre Caetano é dirigido por Renato Terra e Ricardo Calil e traz depoimentos do músico relembrando a época em que ficou 52 dias encarcerado. Na época, ele e o colega Gilberto Gil, fundadores do movimento tropicalista, foram perseguidos por agentes em suas casas, em São Paulo, em dezembro de 1968, duas semanas após a instauração do AI-5, que fechou ainda mais o regime da ditadura.

Eles foram levados ao Rio de Janeiro, onde foram presos em solitárias por uma semana. Na prisão, Caetano compôs canções como Terra e Irene. “Eu tinha que comer ali no chão mesmo. Isso durou uma semana, mas pareceu uma eternidade”, conta o músico sobre o período na solitária. “Eu comecei a achar que a vida era aquilo ali. Só aquilo. E que a lembrança do apartamento, dos shows, da vida lá fora era uma espécie de sonho que eu tinha tido. Me lembro muito de uma frase que o Rogério Duarte me disse logo que eu fui solto: ‘Quando a gente é preso, é preso para sempre’. Acho que é assim mesmo.” (Fonte: Brasil 247);

 

Equipe de Jornalismo

Deixar um comentário