Artistas aderem à campanha antirracista ‘Blackout Tuesday’ e publicam imagem

0

Blackout-Tuesday1Famosos internacionais começaram um protesto silencioso na internet nesta terça-feira (2) contra a desigualdade racial. Artistas como Rihanna, Elton John e Cardi B postaram imagens pretas em seus perfis nas redes sociais com a hashtag “Blackout Tuesday”.

No Brasil, nomes como Anitta, Camila Pitanga, Tata Werneck, Bruna Marquezine e Maisa foram alguns dos que se posicionaram sobre o tema.

Em apoio às manifestações antirracistas que começaram após a morte de George Floyd, sob custódia da polícia de Minneapolis, nos Estados Unidos, o movimento teve início na indústria musical. Vários nomes reconhecidos da cena se comprometeram a não postar conteúdos diversos, de forma a “ser um dia para se desconectar do trabalho e se reconectar à nossa comunidade“.

A campanha “The Show Must Be Paused” (O show deve ser interrompido) foi criada por duas mulheres negras da indústria da música: Jamila Thomas e Briamensagem-pretanna Agyemang, executivas da gravadora Atlantic Records.

No Brasil, artistas se movimentaram contra casos de racismo no país, como o de João Pedro, adolescente de 14 anos morto após operação policial em São Gonçalo, no Rio de Janeiro. Traduzido para português como “Terça-feira do blecaute”, o ato visa dar mais visibilidade para o conteúdo que está sendo produzido por pessoas negras sobre manifestações e ações combativas ao preconceito.

O rapper Emicida aderiu à causa e decidiu adiar o lançamento de sua nova música, “Sementes”, prevista para esta terça-feira. A faixa é uma parceria com Drik Barbosa e deve ser lançada no dia 9 de junho.

Solange Almeida, Wesley Safadão, Camila Pitanga, Anitta, Maisa, Bruna Marquezine, Tata Werneck e Iza também não ficaram de fora. “Pare nessa terça-feira e pense, reflita, aprenda, leia, ouça, por todas as vidas negras”, escreveu a atriz Camila Pitanga na publicação. (Fonte: Diário do Nordeste).

 

Equipe de Jornalismo

Deixar um comentário