Feira: Mesmo com dificuldades, Caminhada do Folclore vai às ruas da cidade

0

FOLCLOREA 16ª edição da Caminhada do Folclore desfilou pela Avenida Getúlio Vargas, em Feira de Santana, neste domingo (18). Com percurso reduzido, que é apenas um dos indicativos da dificuldade de realizar o evento, os participantes levaram para a rua a força e a beleza das manifestações que povoam a história local.

O deputado estadual Carlos Geilson (PSDB) assistiu ao desfile e avaliou. “Fiquei triste por ver que a Caminhada do Folclore, em relação às outras, teve apenas 30% do seu percurso. Pouca gente, pouca divulgação. Hoje, eu tenho dúvida se foi melhor fazer para manter a tradição ou fazer uma caminhada capenga como foi feita – fruto da pouca importância que o Governo do Estado tem dado à Universidade Estadual de Feira de Santana”, disse.

Geilson ressaltou que o evento ficou muito aquém do que é mostrado tradicionalmente, denominando-o de “mini caminhada”. “A caminhada, que sempre acontece no mês de agosto, veio acontecer agora no mês de outubro depois de muitos apelos para se conseguir uma verba. Foi uma caminhada muito aquém do que sempre foi feito. A minha dúvida é se valeu a pena fazer nessas condições. Mas, de qualquer forma, o pouco contingente que esteve na mini Caminhada do Folclore valeu a pena pela alegria de mostrar a beleza da cultura regional”.

Organizada pela Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), a Caminhada é um dos principais eventos do calendário da instituição que sofre com dificuldades financeiras. O evento também conta com o apoio do Governo Municipal.

 

Equipe de Jornalismo

Deixar um comentário