SBT é condenada a pagar R$ 100 mil de indenização a jornalista

0

hermano-heningO SBT foi condenado a pagar R$ 100 mil de indenização por danos morais a Hermano Herming, demitido por meio de uma ligação telefônica em 2017. O jornalista trabalhou na emissora por 23 anos, mas não teve o seu contrato renovado e foi dispensado.

“Imagina, tanto tempo de dedicação e o cara chegar no telefone e dizer ‘o seu programa saiu do ar, não precisamos mais de você”, contou o âncora em contato com o Uol. Para ele, o mais importante da indenização não é o valor, mas pela “humilhação” sofrida.

A juíza Cleusa Aparecida de Oliveira Costa, de 2ª Vara do Trabalho de Osasco (SP), sentenciou o SBT em primeira instância, por considerar “o sofrimento ou sentimento de humilhação” do jornalista como “significativos” […] “impactando diretamente em seu bem-estar” e “causando-lhe profundo choque psicológico”. Ela determinou que a emissora de Sílvio Santos pague a Hermano hora extra, 13°, férias, adicional noturno, redução salarial entre outros.

A defesa ainda alegou que Hermano recebia menos que os colegas de bancada, Rachel Sheherazade e Carlos Nascimento, para desenvolver as mesmas funções. No entanto, o pedido de equiparação salarial não foi acatado pela juíza.

Henning foi correspondente da Globo antes de ir para o SBT e tem mais de 40 anos de carreira. Desde junho, o jornalista está na Rede Brasil, onde assumiu a bancada do principal telejornal da emissora. (Fonte: Portal Terra / Foto: Reprodução/SBT).

Equipe de Jornalismo

Deixar um comentário