Zé Ramalho apresenta releitura do álbum antológico que o revelou há 40 anos

0

ze-ramalho-avohaiCom capa simplória inspirada na logomarca do título do primeiro álbum solo de Zé Ramalho, lançado em 1978, o disco Avôhai 40 anos – Remake pop rock chega ao mercado fonográfico a partir da próxima sexta-feira, 20 de julho de 2018.

O cantor, compositor e músico paraibano é o mentor e o diretor artístico da refazenda do álbum originalmente intitulado Zé Ramalho (Epic / CBS) e lançado há 40 anos com nove músicas autorais.

No remake editado por meio de parceria entre a editora Avôhai e o selo zeramalhoDiscobertas, cantores e/ou grupos da atual cena independente brasileira de pop rock recriam as nove músicas. Intérprete de Bicho de 7 cabeças(Zé Ramalho, Geraldo Azevedo e Renato Rocha), o guitarrista Robertinho de Recife é o único nome conhecido nacionalmente no elenco indie.

Mais faixas

A diferença entre o número de faixas do LP original (nove) e o de intérpretes da releitura (doze) se deve ao fato de que três composições ZE-RAMALHO– A dança das borboletas (Zé Ramalho e Alceu Valença), A noite preta (Zé Ramalho, Lula Cortes e Alceu Valença) e Voa voa (Zé Ramalho) – figuram no disco em duas gravações, cada uma, feitas por artistas distintos.

Alocadas como faixas-bônus, as versões adicionais dessas três músicas foram produzidas por Marcelo Fróes, que também assina a pós-produção das outras nove faixas articuladas por Ramalho.

Álbum que lançou músicas como AvôhaiChão de giz e Vila do sossego, sucessos ainda hoje recorrentes nos roteiros dos shows do cantor, o LP Zé Ramalho projetou o artista com fusão original de folk, rock, psicodelia e música nordestina. (Informações do G1).

Equipe de Jornalismo

Deixar um comentário