Com R$ 62 mil em prêmios, Festival de Música Educadora prorroga inscrições

0

FESTIVAL DE MÚSICA DA EDUCADORA Na foto: Ruan de Souza - intérprete vencedor na categoria música Foto: Paula Fróes/GOVBA

Apoio financeiro, contato com nomes importantes do cenário musical, inserção de música autoral em um CD e a chance de se tornar conhecido do grande público. Todas essas vantagens são concedidas aos vencedores do Festival de Música Educadora, que chega à 16ª edição em 2018. As inscrições para o concurso foram prorrogadas e podem ser feitas até o próximo dia 23.

Iniciativa do Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (Irdeb), o festival soma R$ 62 mil em prêmios. Serão contemplados os artistas que se destacarem nas categorias ‘Melhor Música com Letra’ (R$ 12 mil), ‘Melhor Música Instrumental’ (R$ 12 mil),

FESTIVAL DE MÚSICA DA EDUCADORA Na foto: Ruan de Souza - intérprete vencedor na categoria música Foto: Paula Fróes/GOVBA

‘Melhor Intérprete, Cantor ou Grupo Vocal’ (R$ 6 mil), ‘Melhor Intérprete Instrumental (R$ 6 mil), ‘Melhor Arranjo para Música Instrumental’ (R$ 6 mil) e ‘Melhor Arranjo para Música com Letra’ (R$ 6 mil).

Morador do bairro de Sussuarana, em Salvador, Ruan de Souza venceu a edição do ano passado, na categoria ‘Música Instrumental’, acompanhado do Trio Nibiru. “O dinheiro é muito bom, nos ajudou a comprar novos instrumentos, nas despesas, mas bom mesmo é o reconhecimento, é ser parabenizado e sentir que todas as horas de dedicação para completar a obra não foram em vão”, afirma Ruan.

Inicialmente, a Comissão Especial Julgadora do Festival de Música da Educadora vai selecionar 50 canções como aptas à premiação. Na segunda etapa, 14 gravações originais serão as finalistas, sendo sete instrumentais e outras sete músicas com letra.

Visibilidade

FESTIVAL DE MÚSICA DA EDUCADORA FM Na foto: Leto Vieira - Coordenador do Festival de Música Educadora FM Foto: Paula Fróes/GOVBA

O coordenador do festival, Leto Vieira, explica que o concurso “permite ao artista participante mostrar o trabalho para grandes nomes e ainda ter a música veiculada na rádio. Serve também como um referencial para o currículo do artista, esteja ele começando ou não, já que tem músico veterano participando do concurso”.

Esse ano, o processo está menos burocrático. “Apenas o responsável pela inscrição precisa apresentar documentação. A papelada complementar só precisa ser apresentada pelas 50 selecionadas”, acrescenta Leto. As inscrições devem ser realizadas no site do concurso (www.educadora.ba.gov.br/festivaleducadora), onde também está disponível o edital.

Ruan recomenda que todos os músicos participem. “É muito bom integrar um projeto como esse porque ele fomenta também o mercado de música instrumental na Bahia, que ainda não é muito explorado. Ganhar é bom, mas não é o mais importante. O principal é ajudar a música instrumental a ser mais consumida e procurada”, destaca.

Os vencedores serão conhecidos em evento no fim do ano. Além das 14 selecionadas pela comissão, os internautas ficarão responsáveis por escolher uma composição na categoria ‘A Música Mais Votada pelos Ouvintes’, que também será incluída no CD do festival. A votação é feita no site do concurso. (Fotos: Paula Fróes/GOVBA).

Equipe de Jornalismo

Deixar um comentário