Nira Guerreira, ‘Rainha do arrocha’, é enterrada com homenagens em Salvador

0

nira-1A cantora Nira Guerreira, conhecida “rainha do arrocha”, que morreu um mês depois de descobrir um câncer de pulmão, foi enterrada em Salvador, na tarde desta terça-feira (10). O sepultamento, com a presença de fãs, amigos e parentes, ocorreu no cemitério Bosque da Paz, no bairro de Nova Brasília.

Dezenas de pessoas foram ao local prestar as últimas homenagens à artista com faixas e cartazes. Alguns usavam camisas com a foto de Nira estampada. Antes do enterro, que ocorreu pouco depois das 16h, houve muitos aplausos e os fãs cantaram músicas gravadas por Nira.

A artista morreu na segunda-feira (9), quatro dias depois de completar 56 anos. Ela estava internada no Hospital Aristides Maltez, no bairro de Brotas, em Salvador.  O último show de Nira foi em fevereiro deste ano, antes do carnaval.

Artistas lamentaram

pabloArtistas do arrocha lamentaram a morte de Nira Guerreira. O cantor Pablo lembrou da importância da carreira dela para popularizar o gênero arrocha no país.

“Quero deixar meus sentimentos a uma pessoa que foi muito importante no nosso meio artístico e no nosso estilo musical arrocha. Uma das pioneiras que começou cantando arrocha e tentando levar o arrocha ao Brasil. Meus pêsames, meus sentimentos a todos os amigos e familiares. Nira, que Deus a tenha em um bom lugar. Um abraço a todos”, afirmou.

A também cantora de arrocha Nara Costa destacou o legado que Nira deixa para a música. “Quero deixar meus sinceros cumprimentos pelo falecimento da nossa querida Nira Guerreira e deixar aqui a memória dela, de tudo que ela fez no movimento arrocha, pela profissional que ela era, pela pessoa simpática, amorosa, amiga, pela mulher, nira-enterpela mãe que ela foi. Vá em paz, Nira. Ela deixa um legado maravilhoso para nós da música baiana”, destacou.

Silvano Salles também prestou solidariedade aos familiares, amigos e fãs da cantora. “Estou passando nesse exato momento para deixar meus pêsames aos familiares, amigos e fãs da cantora e compositora Nira Guerreira. Tivemos essa perda hoje e que Deus conforte o coração de todos”, disse o cantor Silvano Salles.

Em uma página usada pela cantora nas redes sociais, internautas também deixaram várias mensagens de pesar. ” Tô muito triste, pois ela é minha musa do arrocha”, escreveu uma fã. “Sem palavras para descrever oque estou sentindo. Perder alguém nunca vai ser facil”, disse uma sobrinha da cantora.

A cantora

nira-sepNira Guerreira é o nome artístico de Tenilra Menezes da Silva. A cantora, que tinha 26 anos de carreira, é conhecida como “rainha do arrocha” por ser uma das pioneiras do estilo musical, que surgiu na Bahia no início dos anos 2000.

Nira começou cantando seresta, mas migrou para o arrocha em 2001. Conforme a produção da artista, ela foi a primeira mulher a cantar o ritmo. Além de Nira, nomes como Pablo, Silvanno Salles e Nara Costa são grandes expoentes do arrocha na Bahia, desde o surgimento do ritmo.

Nas eleições de 2016, Nira Guerreira se candidatou a vereadora de Salvador, pelo Partido Trabalhista Nacional (PTN), e recebeu 170 votos, mas não foi eleita. Atualmente, ela seguia se apresentando em casas de shows da capital baiana.  (Por G1 BA / Foto: Reprodução/TV Bahia)

 

 

Equipe de Jornalismo

Deixar um comentário