Riachão: Morre a ‘Matriarca das Campinas’, grande ouvinte da Rádio Jacuípe

0

reginaMorreu nesta terça-feira (16), por volta das 9h, aos 100 anos, Dona Regina Maria Carneiro, viúva de José João Carneiro, também conhecido como ‘Zuquinha  das Campinas’. Segundo informações da família, ela morreu ‘de morte natural’, em sua residência, no bairro da Bela Vista, em Riachão do Jacuípe.

Dona Regina das Campinas, como também era chamada, tem origem na família dos Ambrósios, e nasceu na fazenda Tiririca, próximo ao povoado do Malhador, neste município. Após se casar com o senhor Zuquinha  das Campinas, foi residir na Fazenda Fonte Nova, próximo ao povoado da Santana, onde nasceram 12 dos seus 16 filhos.

Os outros quatro filhos do casal nasceram na Fazenda Campinas, onde toda a família foi criada e plantou sólidas raízes. Por isso, filhos e netos têm uma grande identificação e referência com a comunidade campinense até hoje.

Dona Regina foi uma senhora muito alegre e religiosa. Amiga e hospitaleira, a sua casa “nas Campinas”, como muitos gostam de chamar, sempre foi muito festiva e cheia, com a presença dos 16 filhos, 48 netos, 66 bisnetos, 06 tataranetos e muitos amigos. No seu cotidiano, ela sempre ouvia a Rádio Jacuípe.

Entre os netos de Dona Regina estão Raimundo Carneiro de Almeida, mais conhecido por ‘Raimundo da Caixa’, atual gerente da Caixa Econômica de Riachão do Jacuípe, e Gilson Ney Carneiro, também conhecido por ‘Ney Móveis’, dirigente da Liga Jacuipense de Futebol, entre outros.

A matriarca das Campinas “viveu com muita dignidade o ciclo natural da vida: teve a graça de nascer, crescer, reproduzir, envelhecer e morrer aos 100 anos”, definiu a neta Vera Lúcia Carneiro.

Equipe de Jornalismo

Deixar um comentário