15 anos do Penta: os fatos marcantes do título brasileiro

0

Sem título1111Depois da dolorida derrota para a França na final da Copa do Mundo de 1998 e a fraca campanha rumo o mundial da Coreia e Japão, a Seleção Brasileira não chegou como favorita em 2002. Mas diante de todas as dificuldades, o escrete comandado por Luis Felipe Scolari deu a volta por cima e colocou a mão na taça.

Abaixo, alguns fatos daquele título histórico que completa 15 anos neste dia 30 de junho.

 

Corte de Romário

Um dos maiores atacantes da história do futebol brasileiro, Romário foi deixado de fora da Copa do Mundo por Felipão. Grande parte da imprensa e praticamente todos os torcedores brasileiros não aceitaram a decisão do treinador e jogaram uma pressão ainda maior para o torneio. Mas mesmo sem o craque, a Seleção conseguiu faturar o título.

 

Renascimento de Ronaldo

Sem título

Uma das histórias de superação mais marcantes do futebol, Ronaldo venceu não só a polêmica na final da Copa de 98 como superou as lesões e as previsões de todos. Mesmo com várias cirurgias no joelho e um longo período afastado dos gramados, o fenômeno retornou pouco antes da Copa à Seleção. Diante das desconfianças a respeito de sua condição física, o camisa 9 comandou o Brasil sendo o verdadeiro craque do título. Ele terminou a competição como artilheiro e marcou dois gols na grande decisão.

Persistência de Cafu

0000

Um lateral sem muita técnica, era mais ou menos assim que muita gente enxergava Cafu, o jogador que, inclusive, precisou passar por 11 peneiras até ser aceito num clube e consegui se profissionalizar. Mas desistir nunca esteve nos planos do capitão que foi um verdadeiro líder e merecidamente levantou o troféu mais cobiçado do mundo numa imagem eternizada nos corações dos brasileiros.

 

Classe de Rivaldo

Se Ronaldo foi o grande craque daquele Seleção, Rivaldo foi o coadjuvante de ouro, com classe e liderança comandou o meio campo da Seleção. Dos pés dele saíram muitas jogadas genias que resultaram em gols. Dos pés dele também saia o equilíbrio do Brasil no ataque. Peça fundamental na engrenagem de Felipão, Rivaldo é até apontado por ele o homem do Brasil naquele título.

 

Fator Felipão

Sem título

Luis Felipe Scolari teve grande mérito na conquista daquele título. Depois de uma conturbada classificação e uma constante troca de técnico, ele assumiu o comando da Canarinho um ano antes do torneio, foi um verdadeiro paizão, uniu o grupo e deu um outro clima para o escrete Canarinho. Ele formou a famosa “Família Scolari”, motivou os atletas e tirou o melhor do que aquele time poderia dar. Não à toa saiu de campo como campeão do mundo.

Ibahia

Equipe de Jornalismo

Deixar um comentário


Warning: Parameter 1 to W3_Plugin_TotalCache::ob_callback() expected to be a reference, value given in /home/inter859/public_html/radiojacuipe.com.br/wp-includes/functions.php on line 3509