Após Trapalhões e Chacrinha, Globo fará versão do Sítio do Picapau Amarelo

0

sem-tituloA Globo vai produzir no ano que vem uma nova edição do programa infantojuvenil Sítio do Picapau Amarelo. Será a sétima versão desse clássico da televisão brasileira, a terceira na emissora. A produção deverá ser exibida logo após os remakes de Os Trapalhões e do Cassino do Chacrinha. A ideia da Globo é criar uma faixa de “revivals” nas tardes de domingo, realizando versões as mais fiéis possíveis de atrações que fizeram grande sucesso nas últimas cinco décadas.
A faixa foi encomendada pela cúpula da rede após a boa audiência do remake da Escolinha do Professor Raimundo, no final do ano passado. O humorístico aumentou o ibope da emissora em 50% e ganhou uma segunda temporada, com o dobro de episódios (15), no ar a partir de 16 de outubro. A Escolinha será substituída em janeiro por The Voice Kids. Em abril, o horário será ocupado por Os Trapalhões ou Chacrinha e depois pelo novo Sítio do Picapau Amarelo.
Os três projetos estão sendo tocados por Ricardo Waddington, diretor de gênero da Globo, responsável por programas como o Domingão do Faustão e Altas Horas. Serão produzidos em parceira com o Viva, canal pago do Grupo Globo. A nova edição de Os Trapalhões, programa originalmente exibido pela emissora entre 1977 e 1995, já está sendo roteirizada. O novo Chacrinha já tem um intérprete, o ator Stepan Nercessian, que viveu Abelardo Barbosa (1917-1988) em musical nos teatros.

A Globo ainda não definiu detalhes da nova versão do Sítio do Picapau Amarelo, mas a tendência é que seja próxima da obra original de Monteiro Lobato (1888-1948), ambientada em um sítio frequentado por personagens fantásticos (como uma boneca de pano e um sabugo de milho que ganham vida), folclóricos (Cuca, Saci-Pererê, Curupira) e mitológicos (Minotauro, Hércules).

UOL

Equipe de Jornalismo

Deixar um comentário


Warning: Parameter 1 to W3_Plugin_TotalCache::ob_callback() expected to be a reference, value given in /home/inter859/public_html/radiojacuipe.com.br/wp-includes/functions.php on line 3509