Riachão vive momento histórico com passagem da tocha olímpica

0

TOCHA-MULTIDAOA cidade de Riachão do Jacuípe viveu um momento histórico nesta quarta-feira (25) com a passagem da tocha olímpica pelas suas ruas centrais, sob o olhar de uma multidão, formada por conterrâneos e visitantes.

Apesar das chuvas, a população foi às ruas para ver de perto a passagem da tocha e acompanhar seus filhos ilustres e gente do povo carregar o símbolo olímpico, que veio de Feira de Santana, depois de ter pernoitado em Salvador nesta terça-feira (24).

Como já era esperado, sobrou emoção durante todo o percurso em que os jacuipenses se revezaram na condução da tocha. Um dos momentos mais emocionantes coube ao maratonista Fredson Costa, que foi o último a conduzir a pira até o palco principal, onde aconteceu a solenidade final, com um rápido discurso da prefeita Tânia Matos.

Outro momento marcante coube ao ex-jogador Jânio, que recebeu a tocha das mãos de Luiz Junior, na Rua Aurélio Mascarenhas, nas imediações do Hospital Regional João Campos. Sorridente, Jânio sentiu uma emoção tão forte quanto a que experimentou quando conquistou o titulo de campeão baiano pelo Colo-Colo, em 2006, ao ver vários amigos se aproximarem dele para tirar foto e gritaram o seu nome.

Público vibra

TOCHA-CORREDOREm cada esquina formou-se um aglomerado de pessoas, que aguardavam a passagem da tocha com muita expectativa. Desde a saída, em frente ao Riachão Palace Hotel, e na passagem pelas ruas Alexandre Figueiredo, Aurélio Mascarenhas e Izauro Ferreira, a vibração do público foi muito grande. Na passagem pela Rua Aurélio Mascarenhas, na esquina do Hospital João Campos, o público veio ao delírio desde que o comboio adentrou a rua central.

Depois desse percurso, o comboio retornou à Avenida Eliel Martins, passou em frente ao Colégio João Campos e depois adentrou a Landulfo Alves, palco dos grandes festejos juninos do município. De repente, uma multidão ocupou praticamente todos os espaços da avenida.

E essa multidão veio ao delírio e provocou um corre-corre para ver de perto o momento em que Fredson Costa recebeu a tocha. Alegre e acostumado a eventos de grande porte, o maratonista campeão conduziu o símbolo olímpico até o ponto de chegada, no palco fixo. O tempo inteiro Fredson pediu aplausos do público, certamente chamando a atenção sobre o valor histórico daquele momento.

TOCHA-COSTA O relógio já marcava mais de 14h quando a prefeita Tânia Matos fez os agradecimentos pelo evento de dimensão internacional no município. Concomitantemente, uma chuva fina caía sobre as cabeças dos presentes. Mas, de repente, a comitiva partiu com a tocha com destino a Juazeiro, deixando no ar uma sensação de quero mais, suavizada pelo canto de Jamille Silva.

Equipe de Jornalismo

Deixar um comentário