De volta ao time, Ramon recebe elogios do companheiro Victor Ramos

0

RTEmagicC_2af58e0a3c.jpgVictor Ramos e Ramon parecem muito diferentes à primeira vista. No entanto, a dupla, que voltará a atuar junta quinta-feira, às 16h, no jogo de volta da semifinal do Campeonato Baiano, contra a Juazeirense, no Barradão, carrega muito mais semelhanças do que o simples fato de atuar na mesma posição.

Tudo bem que cada um joga em um lado do campo, mas o primeiro ponto que une o veterano aos 26 anos Victor Ramos e o  jovem Ramon, de 20, é que ambos têm a mesma origem: a “Fábrica de Talentos” do Vitória, apelido dado pela diretoria às divisões de base.

Victor Ramos foi revelado pelo Leão em 2008 e é bicampeão baiano (2009 e 2013). Já Ramon, contratado do Bahia de Feira ainda com idade de júnior, vai em busca do seu primeiro título como profissional. Nessa parceria do veterano, que faz 27 anos no dia 5 de maio, e do garoto que completa 21 dois dias antes, em 3 de maio, sobram elogios.

“O Vitória sempre revela vários jogadores bons, não só na zaga. Percebo que atualmente estamos tendo uma safra muito boa de zagueiros e goleiros. Um desses destaques é o Ramon, que dispensa comentários. Ele é muito técnico, joga fácil, joga simples. Alem disso, mantém uma regularidade muito boa”, analisa Victor Ramos.

Além de admirar o garoto, VR3 faz questão de declarar sua torcida pelo parceiro de clube. “Ele tem um futuro muito promissor. Que bom que o Vitória, a cada dia, cresce. Ver as divisões de base crescendo é gratificante. Fico feliz de ter feito parte desse ciclo vitorioso. Eu dou muita força ao Ramon e espero que ele brilhe, que vá jogar na Europa e defenda muitos times grandes pelo mundo”, torce.

As palavras de Victor Ramos têm força. Em 2013, ele desejou coisa parecida a um velho amigo da base: Gabriel Paulista. Em agosto daquele ano, o jogador rompeu a parceria com VR3 na zaga rubro-negra e foi contratado pelo espanhol Villarreal. Hoje, defende o Arsenal, da Inglaterra.

Ramon está recuperado de um hematoma no olho e voltará a formar dupla de zaga com Victor Ramos pelo estadual, após ficar uma semana afastado. Apesar do retorno, o técnico Vagner Mancini continua sem contar com dois dos cinco zagueiros do elenco, já que Guilherme Mattis segue em tratamento de lesão e Josué sofreu uma entorse no tornozelo. O meia David, com virose, também está vetado.

Correio*

 

Equipe de Jornalismo

Deixar um comentário