Maratona: Bahia vai fazer cinco jogos decisivos nos próximos 15 dias

0

RTEmagicC_Treino_-_Bahia.jpgO poder de decisão e a força do elenco colocados à prova. Afinal, a partir de amanhã, às 21h45, contra o Globo-RN, pela Copa do Brasil, o tricolor vai encarar uma sequência de cinco partidas em 15 dias. Todos esses jogos com caráter decisivo, já que fazem parte do mata-mata de três competições: além da primeira fase da Copa do Brasil, as semifinais do Campeonato Baiano e da Copa do Nordeste.

Após o Globo-RN, estarão no caminho do Bahia o Fluminense de Feira, pelo torneio estadual, e o Santa Cruz, mais uma vez, pelo regional. A demanda obriga Doriva a utilizar muito mais do que 11 jogadores, e um rodízio no elenco pode começar já na partida de amanhã, na Fonte Nova.

“Vamos avaliar ainda. Temos profissionais muito competentes em nossa parte científica para estar dando esse feedback para nós dos atletas que estão desgastados. Com certeza, vamos colocar uma equipe competitiva porque o Globo é uma boa equipe. Fizemos um jogo lá dificílimo. Temos que fazer um grande jogo para conseguir passar na Copa do Brasil também”, considera o treinador.

Após o 0x0 no Rio Grande do Norte, o Bahia precisa vencer para classificar e enfrentar América-MG ou Red Bull-SP na segunda fase. Há pouco menos de um mês, no dia 16 de março, o tricolor iniciou uma sequência semelhante. A partir do jogo de ida contra o Globo-RN, encarou as quartas de final do Baiano e da Copa do Nordeste. Diante dessa maratona, Doriva utilizou 18 jogadores entre os titulares, sem contar as modificações durante os jogos.

Adrenalina 

Tamanha a importância das partidas que estão por vir, é natural que a tensão tome conta de jogadores e torcedores. Quem parece não se abalar é o meia Juninho, autor dos três gols contra o Fortaleza que garantiram o Bahia na semifinal contra o Santa Cruz.

“São jogos bons de jogar, adrenalina lá em cima, muita emoção. Pretendemos fazer jogos mais tranquilos, mas, infelizmente, ontem (domingo) foi difícil, até pelo cansaço, por jogar com um a menos. Agora é descansar, acertar os detalhes e fazer um jogo mais tranquilo na quarta-feira, respeitando o Globo, que mostrou no primeiro jogo ter qualidade”, ressaltou Juninho.

Apesar da confiança, o camisa 10 tricolor ainda não sabe se será mantido na equipe ou ganhará um descanso maior. “Eu, se puder jogar, jogo todos os jogos, mas tem pessoas especializadas pra ver as condições de cada jogador. Todos vão querer estar em campo se perguntarem”, contou.

Depois do Globo amanhã, o Esquadrão enfrenta o Fluminense de Feira, sábado, como visitante, porém em Pituaçu. Em seguida faz os dois jogos contra o Santa Cruz, primeira fora, dia 13, e depois em casa, dia 17. No dia 20, volta a enfrentar o Flu, na Fonte.

Ibahia*

Equipe de Jornalismo

Deixar um comentário