Projeto de lei pede a proibição de “eventos profanos” na Quarta-feira de Cinzas em Salvador

0

arrastao2

A Câmara Municipal de Salvador vai debater um projeto de lei bastante polêmico que visa extinguir os eventos profanos na Quarta-feira de Cinzas. A proposta, apresentada pelo vereador Henrique Carballal (PV), pede a proibição dos tradicionais arrastões e ressacas de carnaval, que utilizam trios elétricos, palcos ou similares.

O projeto foi apresentado com a justificativa de “preservar a tradição católica”. O texto ressalta que o Carnaval não possui data fixa e sua ocorrência antecede a Quaresma – os quarenta dias que precedem a Páscoa, principal celebração do cristianismo.

Dessa maneira, a Quaresma começa na Quarta-feira de Cinzas, se estendendo até o Domingo de Ramos, período no qual os cristãos dedicam-se à reflexão, a conversão espiritual e o recolhimento em oração e penitência. “Nesse contexto, a Quarta-feira de Cinzas, dia de jejum e abstinência, significa abertura solene desse período sagrado de penitencia e, por motivos óbvios, deve ser respeitada”, argumenta.

A proposta seria aplicada entre as 5h até as 23h59 da quarta-feira pós-carnaval. Ainda de acordo com o projeto, a realização de eventos públicos em locais fechados seria autorizada mediante licenciamento junto ao órgão competente no Município.

A punição prevista no projeto de lei apresentado  reserva a multa de R$ 50 mil para quem descumprir a determinação. Em caso de reincidência, 50% do valor da multa será acrescido. “A situação é de grave desrespeito aos costumes religiosos e não pode mais ser tolerada, sendo necessário resgatar e respeitar a tradição religiosa”, pontua Carballal.

Fonte: Varela Noticias

 

Equipe de Jornalismo

Deixar um comentário


Warning: Parameter 1 to W3_Plugin_TotalCache::ob_callback() expected to be a reference, value given in /home/inter859/public_html/radiojacuipe.com.br/wp-includes/functions.php on line 3510