Riachão: Cinco mil pessoas vão às ruas se se despedir de Dr. Rômulo Gordiano

0

romulo-fragosoFoi sepultado no final da tarde de sábado (26), o corpo do médico Rômulo Fragoso Gordiano, que morreu na última sexta-feira (25), após se envolver em um grave acidente de carro na BA-233, rodovia que liga Ipirá a Itaberaba.

romulo-s

Dr. Rômulo Gordiano, como era mais conhecido, viajava no seu veículo Kia Sportage com a sua esposa, Dra. Rosa Dutra Gordiano, que sofreu fraturas no braço, na perna e no pé, todos do lado esquerdo do seu corpo. Eles saíram de Riachão pela manhã, passaram em Feira de Santana e de lá viajaram para Itaberaba, onde passariam o final de semana para participarem de um almoço em comemoração ao aniversário do sogro do médico.

O corpo de Dr. Rômulo chegou a Riachão do Jacuipe no sábado por volta das 13h45, depois de passar pela necropsia no IML de Feira de Santana. Durante toda a tarde o corpo foi velado no Centro Médico Rômulo Gordiano, e por volta das 17h, o féretro saiu para o cemitério local.

Cerca de 5 mil pessoas compareceram ao ato fúnebre. Entres os presentes, foram percebidas várias autoridades, como os prefeitos Hildefonso Vitório (Pé de Serra), Tania Matos (Riachão do Jacuipe), os ex-prefeitos Nenenzinho (Valente), Everton Rios (Conceição do Coité) e José Raimundo Martins (Riachão), o ex-deputado João Emilio Souza, o médico Dr. Robson, o juiz aposentado José Ferreira Filho, além de diversos vereadores, secretários municipais, empresários, comerciantes, médicos e gente do povo.

ramulo2

Durante todo o velório foi grande a comoção dos presentes. Várias pessoas se emocionavam quando se aproximavam do caixão. Na clinica, cânticos religiosos foram entoados pela Pastoral da Família, da qual o médico era coordenador ao lado da sua esposa Dr. Rosa.

Também não faltaram aplausos. Em pelo menos três lugares o público aplaudiu com palmas, justificando o carinho que tinha pelo conceituado médico: na saída da clinica, em frente à Igreja Matriz e na chegada ao cemitério.

Como foi o acidente

O grave acidente aconteceu por volta das 15h30 da última sexta-feira (25), na BA-233, rodovia que liga os municípios de Ipirá e Itaberaba. No acidente, morreram no local, o médico Rômulo Fragoso Gordiano, que dirigia o seu veiculo KIA Sportage, e Vanilton, que dirigia o caminhão. A médica Rosa Dutra Gordiano, esposa de Dr. Romulo, sofreu fraturas no baço, perna e no pé. Ela foi socorrida para o Hospital Geral de Itaberaba e depois transferida para o Hospital da Bahia, em Salvador, onde já passou por duas cirurgias.

acidente-romulo

Segundo as informações de Teodomiro Paulo, Tesoureiro do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Riachão do Jacuipe, que passava pelo local na hora do acidente, Dr. Romulo bateu o seu veículo de frente com o caminhão, a cerca de 08 km de Itaberaba. O local, segundo as informações, não tem curva, nem lombada, o que tem provocado vários questionamentos sobre a causa do acidente

Com a violenta batida, o caminhão teria se desgovernado e caído em uma ribanceira. Já a Sportage dirigida por Dr. Rômulo derrapou na pista e parou com a frente em sentido a Ipirá, ou seja, contrário à viagem, que era para Itaberaba. “O impacto foi tão grande que empurrou o caminhão para ribanceira e a caminhonete (que ia no sentido Itaberaba) ficou com a frente virada para Ipirá”, contou Teodomiro, por telefone, à Rádio Jacuipe.

Facão providencial

Durante o velório, nossa reportagem conversou com um jovem conhecido por Leo, amigo de um sobrinho de Dra. Rosa, que mora em Itaberaba. Na conversa, ele desmentiu várias versões divulgadas sobre o acidente, notadamente o seu o motivo.

“Não existe nenhuma versão correta, porque não existe prova concreta, pois não houve testemunhas. Só Dra. Rosa poderá dizer a verdade, mas muita coisa que tem colocada não existiu”, disse.

Uma das revelações do jovem pode ter sido fundamental para que Dra. Rosa sobrevivesse ao acidente. Segundo ele, “antes mesmo de a policia chegar, Dra. Rosa ficou presa às ferragens e o cinto e o airbag lhe sufocavam. A sorte foi que, na hora, passava um rapaz com um facão e ele cortou o cinto”.

O corpo de Dr. Rômulo Gordiano inicialmente foi levado para o IML de Itaberaba e depois transferido para a necropsia no IML de Feira de Santana.

Prefeita lamenta a morte

A Prefeita Tania Matos falou à reportagem da Rádio Jacuipe neste domingo e informou que decretou luto oficial no munícipio por três dias. Ela também falou como recebeu a noticia, a perda do médico e lembrou sobre a sua convivência com o casal.

“Nós lamentamos muito, pois todos sabem da amizade e o carinho que tínhamos pelo casal. Valfredo (ex-prefeito Valfredo Matos) era amigo de Dr. Rômulo antes mesmo de a gente se casar. Além de tudo isso, o que fica é a dor por termos perdido uma pessoa tão boa, um médico que era mais do que um médico, e isso tudo foi mostrado aí pelo carinho do povo. Agora vamos orar por ele e pela recuperação de Dra. Rosa”, disse.

Fonte: Site Interior da Bahia

 

Equipe de Jornalismo

Deixar um comentário


Warning: Parameter 1 to W3_Plugin_TotalCache::ob_callback() expected to be a reference, value given in /home/inter859/public_html/radiojacuipe.com.br/wp-includes/functions.php on line 3509