Riachão: Banco do Brasil reabre nova agência em prédio moderno e elevador

0

banco-brasilA nova agência do Banco do Brasil voltou a funcionar nesta segunda-feira (24), depois de quase três anos atendendo em um prédio provisório, numa transversal da Rua Padre Argemiro Guimarães, no centro de Riachão do Jacuipe.

Inaugurada em 1969 durante o governo do então prefeito Eliel Martins, a agência volta a funcionar no seu local de origem depois de muita expectativa e espera por parte dos clientes e usuários da unidade bancária. Contudo, apesar de passar a funcionar em um prédio novo, praticamente reconstruído após o incêndio que aconteceu no dia 15 de novembro de 2012, não houve solenidade para inauguração das novas instalações.

Na última sexta-feira (21), o gerente geral da unidade, Morany Agrimpio, esteve em Salvador para acertar os detalhas do retorno às novas instalações. “Hoje haverá apenas o retorno à nova agência, que será entregue aos clientes e o público em geral com mais espaço e mais conforto. Numa oportunidade futura é que nós faremos uma solenidade de inauguração, certamente com a presença de autoridades do banco”, pontuou Morany.

Agencia modelo

De acordo com informações do banco, a agência entregue aos clientes nesta segunda-feira foi completamente reformada. Desde que foi atacada pelos bandidos na madrugada do dia 15 de novembro de 2012 que a agencia estava fechada. O banco vinha funcionando em um local provisório, bastante acanhado para a demanda atual.

A nova unidade foi instalada em um prédio com padrões novos, com um andar e dotada de grande infraestrutura. “Será uma agência com amplo espaço para o público, o que existe de melhor em tecnologia, um bonito layout e nova formatação interna. Não é exagero dizer que a unidade não perde para nenhuma outra agencia do interior da Bahia”, disse Morany em entrevista à Rádio Jacuipe, por telefone, na última sexta-feira.

Como adiantou o gerente, a transferência das instalações da agencia provisória para o local de origem vai melhorar significativamente o atendimento ao público, já que a nova unidade contará com amplo espaço físico, vários guichês de caixa e terminais de autoatendimento, espaço para os usuários dos caixas sentarem, controle de senhas, entre outros serviços. Além disso, será o primeiro prédio com elevador na cidade.

Durante todo o final de semana, uma empresa contratada e os funcionários fizeram uma força-tarefa para agilizar o processo de migração dos serviços e sistemas para a nova unidade. Por conta disso, na última sexta-feira não houve expediente para o público e nem atendimento nos caixas eletrônicos.

Equipe de Jornalismo

Deixar um comentário