Riachão: Chapada reencontra a sua história com exibição de filme neste sábado

0

-chapada_filme_480563006Depois de servir de cenário para as gravações do filme O Caipora, de Oscar Santana, em meados da década de 1960, o povoado de Chapada novamente enriquece a sua história com a participação de seus moradores, especialmente do grupo de samba de roda Chuva de Prata, nas gravações do filme-documentário A Cor do Trabalho, de Antônio Olavo.

O filme foi lançado no final de 2014, no Anfiteatro da Uneb, em Salvador. A indicação do povoado e do grupo Chuva de Prata para integrar o trabalho foi do Projeto Cultural Riachão. Em razão disso, neste sábado, o filme será relançado em Chapada, no Clube da Associação, a partir das 19 horas, com a presença do diretor Antônio Olavo e sua equipe técnica. Na oportunidade, também acontecerá uma apresentação do grupo Chuva de Prata.

O documentário, com mais de uma hora de duração, mostra a relação vitoriosa da população negra com o trabalho, com depoimentos emocionantes de pessoas que sofreram com a discriminação racial, mas conseguiram superar as adversidades e vencerem na vida. Será uma grande oportunidade para a reafirmação da população da comunidade de Chapada, que na sua maioria é formada por afrodescendentes.

O filme foi lançado no dia 12 de dezembro do ano passado, no Teatro da UNEB, em Salvador, que esteve completamente lotado. Além da presença maciça de estudantes e professores dos níveis médio e superior, o evento contou ainda com a participação de diversas autoridades, como então secretário estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Nilton Vasconcelos, o ex-deputado Álvaro Gomes, a vereadora Olívia Santana, além do jornalista Evandro Matos e de Jorge Barbeiro, que representaram o município de Riachão do Jacuipe na solenidade.

Equipe de Jornalismo

Deixar um comentário