Safadão segue conselho de Cristiano Araújo e grava DVD com megaestrutura

0

safadaoDurante conversa nos bastidores em um dos últimos shows de Cristiano Araújo no Nordeste, Wesley Safadão pediu a opinião do artista que também projetava expandir a carreira nacionalmente antes de falecer em um acidente de carro em 24 de junho. “Perguntei a ele: ‘Será que vale a pena gastar isso tudo?’. E ele disse: ‘Safadão, quando você olhar para atrás vai poder mostrar aos seus filhos o que fazia e como as pessoas cantavam sua música’. E se Deus está me dando essa oportunidade, por que abrir mão? A gente precisa mostrar nossa cara para o país inteiro. E o que o Cristiano falou abriu meus olhos”, relatou o cantor de 26 anos, durante coletiva de imprensa em Brasília, na tarde desta quarta-feira (29).

O projeto do DVD Wesley Safadão é megalomaníaco. O cantor cearense quer ser reconhecido em todo país e até planeja uma turnê na Europa e nos Estados Unidos. O local escolhido para a gravação foi o Estádio Mané Garrincha, na capital brasileira. A ideia é lançar o álbum em tempo recorde. Pois cantor está acostumado a ter suas produções escoadas rapidamente através da internet. O DVD será masterizado em Los Angeles e lançado pela Som Livre.

Neste álbum, Wesley promete gravar cerca de 30 músicas. O repertório vai incluir os recentes sucessos Camarote, Leva eu pra tua casa, Sou ciumento mesmo e inéditas. “Algumas regiões não conhecem nosso trabalho. Então queremos mesclar músicas que estão na boca das pessoas com outros 50% de faixas inéditas”, explica o cantor.

“Faremos um projeto audacioso que não é parecido com nada que já foi feito. Nesse DVD buscamos algo inovador”, destaca Wesley. “É um dos maiores DVDs do Brasil e com estrutura de shows internacionais. Estamos explorando 100% do espaço e o protagonista do cenário é o estádio de futebol”, explica o diretor geral do DVD Fernando Trevisan, o Catatau.

Para o show deste sábado Wesley não anunciou participações de outros artistas. Mas deixou em aberto a possibilidade de “puxar” algum amigo músico para dar uma canja. Um dos nomes sugeridos é o do cantor sertanejo Jorge – da dupla Jorge e Mateus – que estará no evento. Porém, ele já adiantou que o disco vai conter uma música em parceria com Ivete Sangalo – que ainda não foi gravada – mas deve entrar como faixa bônus.

A palavra de ordem deste trabalho é versatilidade. O objetivo é mostrar para o Brasil que o forró de Wesley também dialoga com outros ritmos. “Alguns radialistas pediram para mudar um pouco a batida de Camarote, para ficar mais ‘sertanejada’. Nós preferimos forçar um pouquinho e conseguimos emplacar”, comemora o empresário Renan Nóbrega. A primeira música de Wesley com destaque nacional foi Tentativas em vão, em 2010. “Por mim lançava músicas todos os dias. Tenho esse hábito de atualizar sempre meu repertório e estar trazendo novidade. Não tenho medo de atirar. Vou jogando as músicas e as que o público gosta, ficam. Foi dessa forma que a gente conseguiu construir esse trabalho”, explica a fórmula.

Escolha do repertório

A partir desse crescimento, queremos que nossa música entre em todas as casas do país. Me preocupei em não ter músicas repetidas falando do mesmo contexto da outra. Já cantei muita coisa de duplo sentido e até um pouco pesadas. No nosso show tem de tudo, música romântica, de cachaça, de diversão e dor de cotovelo. Quando chego a certos lugares me sinto a Xuxa. Recebo o maior carinho das crianças. É muito bom. E, além disso, conseguimos atingir os pais e os filhos. Vejo os fãs mais antigos que são pais e continuam indo aos shows. Conseguimos manter nossos fãs e conquistar outras gerações também. Graças a Deus!

“Vai Safadão!”

O grito “Vai, Safadão” surgiu de forma despretensiosa. Estava no camarim para subir ao palco em Patos-PB e decidi entrar com a música Poderosa, que tem uma introdução com trompete. Quando começou o show eu não sabia o que falar. No improviso soltei o “Vai Safadão” e o povo continuou repetindo. E deu certo! Esse grito está dando aquele empurrão para esta nova fase do nosso trabalho.

Início da carreira

A gente passou por vários processos. Comecei a cantar graças ao meu tio e minha mãe, proprietários da banda Garota Safada. Tudo aconteceu por acaso, e eu não queria. Tinha outros sonhos, como o de ser jogador de futebol. Não teria dado continuidade a essa questão da música. Até hoje mantenho um vínculo de amizade com os ex-vocalistas da Garota Safada. E tenho uma vontade de reunir todas as pessoas que já fizeram parte da banda, como Mara Pavanelly e Márcia Fellipe, e realizar um projeto todos juntos.

Estilo

A questão do cabelo é possível que eu corte sim. Achava que iria cortar aos 30 anos. Mas hoje, acredito que posso fazer antes disso. Mas ele virou um marco do Wesley. Quando comecei a usar o coque, até para brincar. Até dezembro, as pessoas para me reconhecer tinham que dar uma olha mais profunda. Agora estou com o rosto a mostra, as pessoas me enxergam mais. E me senti mais solto no palco.

GarotaVIP
O Safadão já tem data para voltar ao Recife! Ele traz o projeto Garota VIP no dia 29 de agosto, na área externa do Centro de Convenções, com mais de três horas de música. O cantor promete apresentar as canções inéditas do DVD.

(Diário de Pernambuco: A repórter viajou a convite da Luan Promoções) 

Equipe de Jornalismo

Deixar um comentário