Riachão: Em 2013, Chambinho do Acordeon ‘reencarnou’ Gonzagão na praça

0

gonzaguitoQuem não viu, perdeu. Quem viu, se emocionou. Mesmo com o dia já amanhecendo, o show de Chambinho do Acordeon, o jovem de 33 anos que fez o papel de Luiz Gonzaga no filme “Gonzaga: de pai pra filho”, fechou com ‘chave de ouro’ o São João de Riachão do Jacuipe, em 2013.

Quem esperou até o final da festa, teve a impressão de que o Rei do Baião teria reencarnado na Praça Landulfo Alves, tal a semelhança da voz, a forma simples de se comportar no palco e a intimidade com a sanfona, como tão bem a executava o filho de Januário e Santana.

Uma pena que, quando Chambinho do Acordeon começou a tocar, muitos já tinham ido embora. Contudo, outros retornaram. De casa, mesmo sonolentas, as pessoas despertavam com aquele toque diferente na sanfona e aquela voz brejeira que ecoava sobre os telhados e invadia as bibocas do sertão.

Era ele, Nivaldo Expedito de Carvalho, nascido em São Paulo, mas que, aos 7 anos de idade foi morar com a família no Piauí para beber da cultura nordestina e hoje reproduzi-la para as massas, como tanto fez o Gonzagão. E o seu vozeirão seguia ecoando pelos ares, numa sincronia quase perfeita com a sanfona. “Ê, ê, ê”, cantava e aboiava, como se quisesse hipnotizar a todos, passando-se como o Rei do Baião.

Destino iluminado

Mas a trilha gonzagueana que Chambinho do Acordeon seguia sobre o palco não era nada por vaidade ou porque buscava o sucesso fácil. Não, era muito mais por uma razão do destino, que lhe concedeu a ordem divina de seguir o trabalho daquele homem que foi o precursor do forró e que nos deixou em 1989.

Mesmo cansado com os quatro dias de cobertura da festa pela Rádio Jacuipe, o jornalista Evandro Matos resolveu acompanhar o show de perto, também por entender que ali estava, ao menos simbolicamente, a presença de Luiz Gonzaga.

Entusiasmado e conhecedor da trajetória do Rei do Baião, Evandro não se conteve e entendeu que o que estava se passando no palco era algo que os ouvintes da rádio precisavam compartilhar. “Foi a forma que encontrei para passar para os outros a emoção que estava sentindo. Parece que eu via Luiz Gonzaga na minha frente, e que era a reprodução de um show que havia assistido antes”, comentou.

“É um artista completo. O que eu estou sentindo é o mesmo que você e outras pessoas que já conversaram comigo estão comentando”, disse o músico Itamar Carneiro, ao responder uma pergunta do repórter sobre a qualidade do show do artista. “Ele é um iluminado”, sintetizou uma fã à nossa reportagem, após testemunhar a qualidade do seu show em Riachão.

Entrevista

No palco, percebendo a boa vontade da produção, Evandro fez um pedido em nome da emissora: “Estamos ao vivo, ser for possível, peça a ele que toque mais uma, de preferência Asa Branca”. A produtora de imediato passou a mensagem pelo teleprompter: “A rádio está ao vivo e pede para que toque mais uma…” Chambinho leu e mandou ver.

Fim do show. Mas o jornalista não se deu por satisfeito. “Ele pode falar? Podemos botá-lo ao vivo, rapidinho?”, indagou à produtora, que prontamente criou as condições para a rápida entrevista. Mas Evandro teve que aguardar um pouco, até que Chambinho cumprimentasse um a um os seus músicos, sorridente e alegre como um menino inocente do sertão.

“Queria agradecer a este povo de Riachão, que ficou aqui para acompanhar nosso trabalho. E aproveito para mandar um abraço para você que não está aqui, mas que está nos ouvindo por aí pela Rádio Jacuipe”, falou o artista.

Ele comentou também sobre o desafio de ser o novo Luiz Gonzaga e de tê-lo representado no cinema. “Foi uma honra e uma glória para mim. Já recebi outros convites, mas eu gosto mesmo é de tocar a minha sanfoninha. Por isso quero seguir em frente. No próximo ano tem muita coisa para acontecer”, disse, quase exausto, depois de ter feito três shows naquela noite.

Fonte: Interior da Bahia

 

Equipe de Jornalismo

Deixar um comentário


Warning: Parameter 1 to W3_Plugin_TotalCache::ob_callback() expected to be a reference, value given in /home/inter859/public_html/radiojacuipe.com.br/wp-includes/functions.php on line 3509