Zagueiro Ramon, natural de Riachão, renova contrato com o Vitória até 2019

0

ramon_dirigenteDepois de mais de uma semana de negociações, o Vitória confirmou nesta quarta-feira (22), a renovação de contrato com o zagueiro Ramon, de 19 anos. O novo contrato vai até abril de 2019. O time rubro-negro passa a ter 50% dos direitos econômicos do jogador e 100% dos direitos federativos. Os outros 50% são do Bahia de Feira.

Um grupo de empresários italianos chegou a mostrar interesse no jogador. Eles teriam procurado o empresário de Ramon e estariam dispostos a pagar a multa rescisória, no valor de R$ 1 milhão, ao time de Feira de Santana.

Ramon chegou ao Vitória em 2014 como parte da parceria do clube rubro-negro com o Bahia de Feira. O jogador participou de competições sub-20 como a Taça Belo Horizonte, Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro e Copa São Paulo. Ela estreou na equipe profissional contra a Juazeirense, no último jogo da fase de classificação do Campeonato Baiano, realizado em Juazeiro, dia 8 de março de 2015.

Natural de Riachão do Jacuipe, Ramon foi titular no Vitória inicialmente com o técnico Ricardo Drubscky e mantido por Carlos Amadeu (interino) e Claudinei Oliveira.

“Estou feliz com o acordo porque a minha intenção era continuar jogando pelo Vitória. Sou agradecido pela oportunidade e prometo ao torcedor bastante empenho para tentar levar o time de volta à primeira divisão em 2016”, comentou o zagueiro, após ser comunicado da renovação pelo vice-presidente Manoel Matos.

Mudando de posição

Em 2013, defendendo o Bahia de Feira, Ramon disputou a Copa do Brasil no jogo contra o Corinthians, no Jóia da Princesa. Apesar de eliminado pela equipe paulista, o zagueiro jacuipense foi o principal destaque da equipe feirense naquela oportunidade.

Ramon, que é volante de origem, jogou como zagueiro contra uma equipe de qualidade e não tremeu. O jogo foi transmitido pela Rádio Jacuipe, que considerou a atuação do atleta como muito boa.

Visita à cidade

Na semana Santa, de folga no Vitória, o zagueiro Ramon esteve em Riachão do Jacuipe para visitar os familiares, que residem no bairro Alto do Cemitério, na sede. Em matéria para a Rádio Jacuipe, o repórter Gilberto Oliveira conversou com a mãe e a avó do jogador, que se mostraram contentes com o sucesso do jovem, mas tristes com a saudade.

Na oportunidade, Gilberto Oliveira disse que deseja muito sucesso a Ramon e que ainda queria vê-lo no Barcelona. Ao ouvir as declarações do radialista, a avô do jogador, sem entender como funciona o mundo do futebol, disse que “não queria o seu neto longe dela”.

Ramon foi formado na Escolinha Hefranc, com sede em Riachão do Jacuipe, que é comandada por Noé Fidelis Carneiro e Fábio Soares Oliveira (Bainha).

Da redação/ Foto: A Tarde

 

Equipe de Jornalismo

Deixar um comentário


Warning: Parameter 1 to W3_Plugin_TotalCache::ob_callback() expected to be a reference, value given in /home/inter859/public_html/radiojacuipe.com.br/wp-includes/functions.php on line 3509