Jacuipense voa em campo e vence o Coruripe-AL por 3×1 no Gerson Amaral

0

Na tarde deste domingo (20), em jogo realizado no Estádio Gerson Amaral, em Coruripe-AL, o Jacuipense derrotou o Coruripe pelo placar de 3 a 1, com gols de Flávio, Damatta e Casagrande, para o visitante, e Denílson, para a equipe da casa.

O Leão do Sisal fez um primeiro tempo arrasador, abrindo o placar o placar logo aos 07 minutos, com Flavio, que, de peixinho, surgiu na frente do goleiro Gerson e colocou a bola para dentro do gol. Esse gol desestabilizou o Coruripe, que começou a ser cobrado pelo seu torcedor.

Nervoso, o time da casa errava na troca de passes e era facilmente anulado pelas tentativas de ataque. Por outro lado, o Jacuipense manteve o mesmo ritmo e, com forte marcação, atacava tanto pelas laterais quanto pelo meio, onde Damata se destacava na criação de jogadas.

Com isso, o segundo gol surgiu aos 36 minutos, através de Damata, que colocou a bola no ângulo após uma falta na entrada da área. Uma pintura de gol, que veio para premiar a boa atuação do meia.

Apesar de dominado no primeiro tempo, o Coruripe chegou duas vezes com muito perigo, em dois vacilos da zaga. Aos 20, Ivan perdeu sozinho na frente de Marcio Greick. Aos 30, Denílson também cabeceou para fora, novamente sozinho com o goleiro do Jacuipense.

A boa atuação da equipe grená seria premiada com mais um gol, aos 40 minutos, numa cabeçada do centroavante Casagrande, após cobrança de escanteio. Mas o gol foi consequência de uma grande jogada do lateral direito Tote, que fez fila pelo lado direito, mas a zaga conseguiu colocar para escanteio.  

Pressão do Coruripe

No segundo tempo, o técnico Jaelson Marcelino fez duas alterações na tentativa de diminuir o prejuízo. Deizinho entrou no lugar do lateral Chiquinho e Edmar ocupou a vaga de Koffi. Antes, João Paulo já havia entrado no lugar do lateral esquerdo George.

Jogando mais cauteloso, o Jacuipense cedeu espaço ao time da casa, que voltou determinado a, pelo menos, empatar a partida. Depois de um cruzamento pela esquerda, o centroavante Denílson acertou uma cabeçada indefensável no ângulo direito do goleiro Marcio Greick, diminuindo o marcador.

O gol animou a equipe da casa, que voltou a recebeu o incentivo das arquibancadas. O Coruripe foi pra cima e criou muitos lances de perigo, mas a defesa do Jacuipense esteve perfeita e deu poucas chances de o adversário chutar a fol.

Vendo o Jacuipense ser pressionado, o técnico Ricardo Silva substituiu Daniel Oliveira por Robert e depois trocou Damatta por Djalma e Casagrande por Marcelo. As alterações surtiram efeito, porque a equipe começou a fazer jogadas de velocidade, respondendo à forte pressão do time da casa.

Pelo menos duas vezes o atacante Robert deixou de ampliar o marcador: Aos 44 e 46 minutos. A primeira, numa cabeçada defendida pelo goleiro Santos, após a bola bater na trave. A segunda, após uma grande arrancada do lateral Tote e cruzamento perfeito, mas o centroavante concluiu mal, na cara do gol.     

Atuação de gala

A vitória do Jacuipense foi inquestionável até mesmo pelo torcedor do Coruripe. Com toque de bola rápido, uma forte marcação, velocidade e muita solidariedade e entrega do grupo, a equipe foi absoluta em campo, surpreendendo o campeão alagoano.  

O time de Ricardo Silva mostrou qualidade em todos os setores, principalmente no miolo de zaga, com as grandes atuações de Paulo Paraíba e Anderson, e o ataque, com destaque para o centroavante Casagrande.

Com o triunfo, o Jacuipense assumiu a liderança do Grupo A3, já que no outro jogo o Baraúnas-RN empatou em casa, por 1 x1, com o Central de Caruaru. No próximo domingo o Jacuipense o Braúnas no Jóia da Princesa, em Feiras de Santana

Por Evandro Matos – enviado especial/ Foto: Valter Silva

Equipe de Jornalismo

Deixar um comentário


Warning: Parameter 1 to W3_Plugin_TotalCache::ob_callback() expected to be a reference, value given in /home/inter859/public_html/radiojacuipe.com.br/wp-includes/functions.php on line 3509