Acuado, MGF anuncia um pacote para atrapalhar o ‘Bahia da Torcida’ com Neto e Wagner; veja vídeo emocionante

1

Após distribuir mil ingressos de graça para tentar atrapalhar o protesto Público Zero, na quarta-feira, agora o presidente Marcelo Guimarães Filho decidiu quebrar o silêncio e marcou uma coletiva no Fazendão para o mesmo horário do lançamento do movimento “Bahia da Torcida”.

O movimento acontece na Arena Fonte Nova, nesta sexta-feira, quando haverá pressão do governador Jaques Wagner, do prefeito ACM Neto, do Tribunal de Justiça, de deputados, de artistas e torcedores ilustres.

Coincidência? Segundo a assessoria de imprensa tricolor, MGF “anunciará algumas novidades e mudanças no Esporte Clube Bahia.” Como todos já sabem, serão oficializados os nomes de Cristóvão Borges, Anderson Barros e William para os cargos de técnico, gerente de futebol e “manager”.

Além disso, devem ser divulgadas novas demissões na diretoria do Esquadrão. Depois de uma semana trabalhando somente nos bastidores, inclusive sem comparecer à atividade parlamentar em Brasília, o deputado federal e presidente do Bahia buscará melhorar sua imagem perante a opinião pública, arranhada também nacionalmente.

Contra o “Bahia dos Guimarães”, vem aí o “Bahia da Torcida”. O lançamento oficial do movimento estava previsto para as 18 horas desta sexta-feira, com uma ótima novidade, recém-saída do forno: agora, vai acontecer nas arquibancadas da Arena Fonte Nova e toda a Nação Tricolor está convidada.

A ideia é colocar mais gente do que no jogo de quarta-feira, quando o time de MGF deu novo vexame na terceira competição seguida do ano (1.706 pagantes, teoricamente).

Existe a possibilidade de o deputado federal e ex-jogador Romário, craque do tetra, participar. Haverá artistas, empresários, ex-jogadores e políticos. A primeira-dama do Estado, Fátima Mendonça, também marcará presença.

O governador Jaques Wagner (PT) e o prefeito ACM Neto (DEM) devem aparecer no telão, com depoimentos de apoio à causa. E qual é a causa? Democratizar o Bahia. Reformar o estatuto. Ter um novo presidente.

Veja o vídeo para a libertação: http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=YOjSmJ23JLg#t=5s

Equipe de Jornalismo

Discussão1 Comentário

  1. Muito bom Beto. Sem vocea jamais tmiraeos estes momentos registrados. Espero que a ABES tenha como armazenar este acervo para no futuro relembramos o nosso passado. As coisas boas que estamos fazendo Uma abrae7o, Vitorio.

Deixar um comentário